fbpx

Como o material didático e a metodologia promovem a qualidade do ensino.

Como o material didático e a metodologia promovem a qualidade do ensino.
Uma das maiores preocupações dos pais e de todos os profissionais de uma escola é garantir aos alunos um ensino de qualidade, respeitando as particularidades de cada faixa etária e promovendo um conteúdo que traga desafios e recompensas na medida certa. Isso só é possível mediante um material didático bem escolhido e uma boa metodologia pedagógica.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp

Imagine o seguinte: você precisa aprender o idioma russo, com um alfabeto diferente e palavras totalmente estranhas à nossa língua. Depois de ir atrás do melhor material didático descobre que, sem um professor e uma boa metodologia de ensino, o esforço será muito maior.

Sempre soubemos que um bom professor era fundamental para a transmissão de um conhecimento. E, dentre as muitas coisas que fazem um bom professor está a metodologia que ele aplica para ensinar algo. 

Os primeiros filósofos eram, antes de tudo, bons mestres, e é graças ao método que temos hoje registros dos pensamentos de Sócrates, escritos por Platão. Enquanto um não deixou nada escrito, o outro se preocupou em registrar no papel o máximo possível sobre aqueles ensinamentos. Esse “material didático” é a base do estudo filosófico de muitos até os dias de hoje.

E assim também foram os primeiros químicos, físicos, matemáticos, engenheiros… Ao longo do tempo, sentiu-se a necessidade de sistematizar o ensino de suas atribuições ao mesmo tempo em que tinham um reforço para suas ideias.

Com isso, eles não tinham mais que confiar apenas na memória. A história da criação dos primeiros “materiais didáticos” também tem muito a ver com a história da civilização.

Mas o que é, de fato, uma metodologia de ensino?

Como falávamos anteriormente, uma metodologia é muito mais um direcionamento do que um tutorial. Se formos pensar em uma corrida, a metodologia pensa nos meios mais eficazes para alcançar a “linha de chegada”.

A partir daí, ela ensina a melhor posição para a largada, as melhores passadas e como pular um obstáculo corretamente, por exemplo. 

O termo vem do latim “methodus”, e se difundiu na educação como o campo que estuda a forma com que o conhecimento é produzido. A metodologia de ensino compreende, então, as ferramentas que os educadores utilizam para desenvolver o conteúdo com os alunos. 

Cada professor utiliza um método. Logo, é possível perceber que é a soma de atitudes que molda a forma como os professores ministram as suas aulas. E lidam com o conhecimento transmitido aos seus alunos. 

Como você já deve ter imaginado, o processo de criação de uma metodologia de ensino é anterior ao da criação de um material didático. Por isso, quando se tem um bom alinhamento entre o método de ensino e o material didático, as chances de sucesso são maiores.

E como montar uma metodologia de ensino?

Existem diversos métodos utilizados no Brasil e no mundo, mas, com o advento da tecnologia, muita coisa precisou ser revista e atualizada. 

Toda metodologia deve priorizar o desenvolvimento da faixa etária. Além disso, deve se fundamentar nos 4 Pilares do desenvolvimento humano: Físico, Intelectual, Sócio Emocional e Cidadania e estimular principalmente o desenvolvimento do pensamento.

Há, na verdade, algumas que são mais adequadas à proposta de uma escola e suas necessidades. De toda forma, ter uma metodologia é importantíssimo, já que é ela que norteará todo o processo ensino-aprendizagem.

E quanto ao material didático?

Depois de escolher a metodologia, selecionar o material didático é muito mais simples.

Aqui no Colégio Básico, em Campinas, escolhemos o material da Eleva, que forma os alunos nas partes acadêmica, socioemocional e de cidadania. 

Com isso, visa-se formar alunos que dominem os conhecimentos que aprenderam e saibam articulá-los na prática; que saibam trabalhar em equipe, ter perseverança, proatividade e criatividade; e que desenvolvam valores democráticos, sabendo o seu papel na sociedade.

Um bom material didático, antes de tudo, aumenta a qualidade do ensino, estimula novas formas de aprendizado e aproxima os alunos dos professores. Por isso, em nossa escola, fomos extremamente criteriosos quanto ao potencial de ensino do material escolhido, e os resultados que colhemos não poderiam ser melhores.

Conclusão

Uma das maiores preocupações dos pais é com a educação dos filhos. 

Sendo assim, é natural que eles busquem a melhor opção para confiar o aprendizado dessas crianças e jovens. Isso dá a certeza de que os educadores mais qualificados e o material mais indicado farão parte de cada etapa. 

E um dos quesitos que podem fazer a diferença no momento da escolha é a metodologia de ensino. O método é importantíssimo, pois direciona o ensino e orienta os professores no dia a dia.

Ao escolher a metodologia de ensino ideal para a escola, é possível colocar em prática sua missão, visão e valores. Desse modo, os alunos são educados seguindo esses princípios e motivados para o desenvolvimento pessoal e profissional.  

A metodologia escolhida guiará os professores nesse processo. Será um norte para os alunos, indicará novas maneiras de aprender e, às vezes, indicará novos recursos para a transmissão de conhecimento. Além disso, agira assim tranquiliza os pais.

Uma boa metodologia de ensino para a escola é fundamental para levar o melhor aprendizado para crianças e jovens.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp

É BÁSICO, É PARA A VIDA

Deixe seus dados abaixo para conhecer melhor o lugar que vai fazer do seu filho o protagonista de seu próprio aprendizado.

espere...