fbpx

10 dicas para escolher a escola ideal

10dias
Escolher uma nova escola pode ser uma tarefa difícil. Fizemos uma listinha com 10 dicas para você levar em consideração antes de fazer a matrícula para 2021

Compartilhe:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp

Escolher uma nova escola para seu filho pode ser uma tarefa difícil. Por isso, o Colégio Básico fez uma listinha com 10 coisas para você levar em consideração antes de fazer a matrícula para 2021.

Acertar na decisão do colégio onde seus filhos vão passar parte do dia ou em período integral é importantíssimo para que eles e você se sintam mais tranquilos, seguros e contentes com os resultados.

Pode parecer complicado, mas com as dicas que separamos para você, escolher a escola certa para seus filhos vai ficar muito mais fácil. 

1. Conheça a proposta pedagógica

O projeto pedagógico é um ponto fundamental, pois é ela quem irá nortear todo o projeto da escola para a educação do seu filho. Neste caso, o que indicamos é escolher um colégio particular que tenha os valores alinhados com o da sua família e uma maneira de avaliar o aluno no seu desempenho escolar que esteja de acordo com o que você acredita. Hoje em dia, são várias as propostas pedagógicas aplicadas nas escolas particulares do Castelo, Taquaral, Jd. Chapadão e em Campinas/SP como um todo, então vale também dar uma rápida pesquisada na internet para saber qual delas mais tem a ver com vocês. Um ponto importantíssimo é saber se a escola está alinhada à Base Nacional Comum Curricular (BNCC), proposta pelo Ministério da Educação (MEC), um documento de referência nacional obrigatório para a Educação, que define o conjunto de aprendizagens essenciais, bem como as habilidades e competências a serem desenvolvidas ao longo dos 9 anos de ensino Básico.

2. Visite a escola

Você já fez aquela pesquisa na internet por colégios particulares em sua região e identificou algumas opções que acha interessante para seus filhos. Agora é hora de fazer uma visita ao local. Prefira um horário em que a escola esteja em atividade, com aulas acontecendo. Se possível, fale com professores e inclusive com mães de outros alunos. Essa troca de informações é um importante fator de decisão. 

3. Visite a escola com o seu filho

Você já fez várias visitas e ficou em dúvida entre duas ou mais opções? Leve seu filho. A reação dele muitas vezes é o fator que faltava para você se decidir. Em um lugar onde seu filho se sente bem, ele desenvolve melhor as suas habilidades socioemocionais e cognitivas. Além disso, você já mostra ao seu filho que ele é protagonista de suas escolhas, tornando-o um cidadão mais consciente de si, de suas obrigações, do meio em que está inserido e dos seus estudos. Esta atitude o prepara para o futuro e contribui para que ele atinja o máximo de seu potencial.

4. Conheça a equipe

Mais do que falar com professores durante a sua visita, informe-se sobre a formação deles, se ela é atualizada com frequência e como isso é feito. Saiba se a escola investe na formação continuada do corpo docente para que eles ofereçam aos alunos sempre o melhor ensino, olhando para a necessidade de cada estudante para dar a ele aquilo que precisa para se destacar ainda mais nos pontos positivos e melhorar sempre nas áreas de atenção.

5. Veja se a escola oferece atividades extracurriculares

Diferenciais como inglês intensivo, além da obrigatoriedade da BNCC, um programa bilíngue, aulas esportivas nos contraturnos, robótica educacional na prática, programação e estudo do meio, educação financeira ou emocional, oficinas vocacionais e outros projetos: tudo isso é interessante e pode agregar muito na formação do seu filho, ajudando-o inclusive a descobrir qual a carreira que deseja seguir no futuro. Estar em um ambiente que tenha à disposição estas opções, além de desenvolver diversas áreas da inteligência, pode ser o primeiro passo em uma história de sucesso. 

6. Verifique como a escola interage com as famílias

A relação entre diretoria e professores com os pais é transparente? As informações sobre o dia a dia da escola e sobre o aluno chegam com clareza? No caso de algum acontecimento que precisa da presença dos pais, como é a postura da escola? Como se dá a comunicação com responsáveis on e offline? Ter a resposta para todas estas perguntas facilita muito na hora de fazer a escolha certa para o seu filho. Saber que o colégio está o tempo todo reportando aos pais o que acontece e tratando a família com respeito e atenção são fatores importantíssimos tanto antes quanto depois da seleção.

7. Busque referências

Como já dissemos, busque falar com pais de alunos que estudam no colégio que você está considerando e, se possível, com pais de alunos que já passaram por aquela escola. Um dos melhores termômetros para medir a qualidade de uma escola são aqueles que já tiveram uma experiência com ela. É importante lembrar que, em momentos como o da recente pandemia do COVID-19, muitas escolas foram ágeis ao dar uma resposta ao isolamento, de forma a diminuir os impactos deste evento, enquanto outros colégios tiveram uma reação tardia. Saber o quão rápido o colégio busca soluções para crises e como ele faz isso é um importante diferencial.

8. Verifique os espaços físicos

Salas de aula, refeitórios, quadras, salas de atividades, banheiros. Confira a estrutura física de todas as opções. Um ambiente adequado está diretamente relacionado à aprendizagem dos estudantes, sabia? Dessa forma, você também vê o estado dos equipamentos que seu filho poderá utilizar, se eles são novos ou velhos e se o desenho dos espaços privilegia o conforto e a segurança dos alunos. Verificando estes detalhes, você também terá ainda mais certeza sobre a sua decisão.

9. Considere a facilidade de acesso

De nada adianta a escola que você escolheu ter todos os requisitos que você procura se você simplesmente não conseguir fazer com que a nova situação se encaixe na sua rotina. A escola não precisa necessariamente ser perto da sua casa, mas o trajeto deve ocorrer num tempo que não desgaste demais a criança, seja você mesmo ou uma empresa contratada realizando o transporte. Depois do período de aula, seu filho precisará estudar, realizar os deveres de casa e ainda ter tempo para descansar e aproveitar a infância. Por isso, escolher uma escola que seja ao menos próxima ou rápida de chegar é também um ponto importante.

10. Converse com seu filho

Às vezes, o desejo de mudar de escola partiu dele, às vezes é você quem precisa, por um ou inúmeros fatores. O fato é: converse bastante com seu filho e informe a decisão. Deixá-lo tranquilo é um ótimo começo para uma transição tranquila. Diga a ele que fará novos amigos e, se for o caso, diga até que um amigo dele estuda no mesmo colégio. Uma criança segura aprende e se desenvolve melhor, além de ter mais facilidade de criar novas amizades. 

Gostou das nossas dicas? Fique de olho em nossas redes sociais para não perder nosso conteúdo. Assim que tivermos novas postagens no nosso blog, anunciaremos também por lá.

Até mais 😉

Compartilhe:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp

É BÁSICO, É PARA A VIDA

Deixe seus dados abaixo para conhecer melhor o lugar que vai fazer do seu filho o protagonista de seu próprio aprendizado.

espere...